Série de assassinatos múltiplos gera terror na Região Metropolitana

As estatísticas do mês de agosto interromperam a tendência de queda nos assassinatos no Ceará. O cenário que se descortina pela frente não é auspicioso. Os primeiros quinze dias de setembro já são superiores em homicídios aos quinze primeiros dias de agosto, indicando que a onda de violência é ascendente. Os assassinatos múltiplos se sucedem, em especial na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF).

Crimes violentos letais intencionais aumentam 8% em agosto no Ceará

A trajetória de queda observada nos números da violência letal deste ano, no Ceará, foi interrompida. O Estado registrou 281 crimes violentos letais intencionais (CVLI) no mês passado, ou seja, um aumento de 8% na comparação com agosto de 2020, quando foram contabilizados 260 assassinatos. Em 2019, esse número foi ainda menor: 186. O CVLI representa a soma dos seguintes crimes: homicídio doloso/feminicídio, lesão corporal seguida de morte e roubo seguido de morte (latrocínio). Neste ano, o Ceará soma 2.143 homicídios.

Os riscos de uma política Frankenstein na segurança pública: o caso Proteger

As cobranças sobre o papel de cada programa governamental demonstram uma certa indefinição na condução da política de segurança no Estado. É preciso que os parlamentares debatam esse projeto de lei com atenção na AL. O conceito de um “Ceará Pacífico” não pode suprimir as especificidades e a autonomia dos programas já existentes. Sem integração e articulação, as peças não se encaixam e o que poderia ser um exemplo de governança eficiente pode se transformar em uma política pública do tipo Frankenstein: remendada, confusa e que em algum momento se voltará contra seu criador.

Maio registra o maior número de crimes sexuais no ano; aumento foi de 44,7%

Os crimes violentos contra o patrimônio no mês de maio registraram o terceiro maior resultado desde o início do ano. Com relação ao mesmo período do ano anterior, houve um aumento de 23,5% nos casos.
Os crimes sexuais no mês de maio registraram seu maior número desde o início do ano. Com relação ao mesmo período do ano anterior, houve um aumento de 44,7% nos casos.

Blog lança boletim de análises sobre dados da segurança pública no Ceará

Compreender as dinâmicas da violência e da criminalidade de um Estado por meio dos dados oficiais nem sempre é uma tarefa fácil. Pensando nisso e na possibilidade de ampliar o debate sobre a segurança pública para um maior número de pessoas, o Blog Escrivaninha lança o primeiro número de seu Boletim “Cenários da (In)Segurança Pública” com uma análise aprofundada e, ao mesmo tempo, didática, sobre as ocorrências criminais no Estado do Ceará. Para tanto, contamos com o apoio de Marília Monteiro do Santos, bacharela em ciências econômicas, graduanda em ciências sociais e mestranda em Sociologia além de uma estudiosa de questões como segurança pública, gênero e juventude. Confira o texto de introdução do Boletim. A publicação pode ser acessada e baixada gratuitamente no fim desta página.

Com foco na RMF, Áreas Integradas de Segurança (AIS) são ampliadas para 25

A Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) alterou o desenho territorial das Áreas Integradas de Segurança (AIS) pela segunda vez. As mudanças se concentraram na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF). As cidades que pertenciam às AIS 11, 12 e 13 foram desmembradas e realocadas em outras áreas a partir da criação de três novas áreas (AIS 23, 24 e 25). Os municípios de Caucaia e Maracanaú passam a ser abrangidos, cada um, por uma única Área Integrada de Segurança, a AIS 11 e a AIS 12, respectivamente.

Soldado PM é executado em canteiro de obras em Fortaleza

Diego Martins, soldado do Comando Tático Rural da Polícia Militar (Cotar), foi assassinado agora à tarde no bairro Lourdes, em Fortaleza. A vítima foi morta enquanto estava em um canteiro de obras. Um grupo de homens que se apresentavam como policiais civis o abordaram e o executaram com um tiro no abdômen e três nasContinuar lendo “Soldado PM é executado em canteiro de obras em Fortaleza”

Ceará supera os mil assassinatos em 2021

O Ceará superou a barreira dos mil assassinatos em 2021. Dados da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) revelam que até o último dia 24, 1.010 crimes violentos letais intencionais (CVLIs) foram registrados no Estado. Abril contabiliza, até o momento, 205 registros.

Números da violência letal no Ceará: o copo meio cheio versus o copo meio vazio

Quando isolamos apenas as estatísticas do mês de março dos últimos três anos, é possível identificar que a melhora nos índices observada em 2021 ainda está bem distante dos baixíssimos números obtidos em 2019. São 249 assassinatos contra apenas 189. Vale lembrar que março de 2020 constitui um ponto fora da curva, haja vista que foi o mês em que teve início a estratégia de isolamento social visando à prevenção da pandemia do Coronavírus.

Negacionismo e armamento da população são ameaças à vida dos próprios policiais

O discurso de que a segurança pública e o combate à corrupção seriam prioridades convenceu muita gente de que a sensação de insegurança acabaria se o país estivesse sob uma nova direção. Na prática, porém, os profissionais de segurança passaram a correr riscos desnecessários sem que houvesse a contrapartida devida. Destaco duas fontes permanentes de insegurança para quem atua nessa área: o negacionismo acerca do Coronavírus e a política de liberação do uso de armas de fogo.