Após demora, mutirão pretende vacinar profissionais da segurança da Capital até sexta, dia 4

Por Dayanne Borges e Ricardo Moura

A vacinação dos profissionais da segurança pública do Ceará teve início no dia 11 de abril. Passados quase dois meses, a categoria se queixa de lentidão na convocação das pessoas a serem imunizadas. Mutirão organizado pelo Governo do Estado pretende fazer com que todos os agentes de segurança lotados em Fortaleza se vacinem até a próxima sexta-feira, dia 4. De acordo com a Secretaria da Saúde (Sesa), os servidores e militares precisam estar com seus cadastros feitos no aplicativo Saúde Digital (https://vacinacaocovid.saude.ce.gov.br/).

Na semana passada, em entrevista à TV, o presidente da Associação de Delegados da Polícia Civil do Ceará (Adepol), Jaime de Paula Pessoa, afirmou que menos de 30% do efetivo da Polícia Civil havia sido vacinado até aquele momento. O delegado destacou a importância da imunização dos profissionais, haja vista a Segurança Pública ser um serviço essencial e ter um papel de relevada importância na fiscalização do cumprimento das medidas de isolamento social.

O Sindicato dos Policiais Civis (Sinpol), por meio do Instagram, noticiou o encontro entre o secretário da Segurança Pública, Sandro Caron, parlamentares e representantes da categoria. A pauta era a maior urgência no processo de vacinação.

Em entrevista ao Blog Escrivaninha, um policial militar revelou que poucos cabos e soldados foram vacinados até a última sexta-feira, dia 28. Segundo ele, a vacinação dos profissionais começou em um ritmo satisfatório, mas foi estagnando. O PM comenta que os atuais sentimentos dos colegas de profissão são um misto de medo e coragem. “O primeiro se dá por causa do vírus, enquanto o segundo por entender que estamos na linha de frente e não podemos parar nossos serviços. As dificuldades vão da falta de equipamentos de proteção individual (EPIs) ao negacionismo por parte de alguns policiais”, relata.

O Blog Escrivaninha vem publicando uma série de reportagens sobre os impactos da Covid-19 na Policia Militar, Policia Civil e Guarda Municipal. Seguem os links das reportagens:

LUTO E DOR DE FAMILIARES DE PROFISSIONAIS

NÚMERO DE PMS DA ATIVA MORTOS POR COVID-50 CHEGA A 50

ROTINA DA POLÍCIA CIVIL MUDA NA PANDEMIA; MORTOS PELA COVID-19 CHEGAM A 10

Sobre a imagem. Delegada da Polícia Civil é uma das profissionais vacinadas contra a Covid-19. Meta do Governo do Estado é vacinar todos os agentes de segurança de Fortaleza até a próxima sexta, dia 4.

Crédito: Assessoria de Comunicação da SSPDS/CE.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: