Em nota, coletivos e entidades afirmam estar decepcionados com Elmano

A recondução de Mauro Albuquerque à frente da Secretaria de Administração Penitenciária (SAP) causou muita repercussão na sociedade civil cearense. Entidades estaduais e nacionais se manifestaram contrárias à decisão tomada pelo futuro governador do Estado, Elmano de Freitas (PT). Uma nota de repúdio foi publicada ontem. O texto integral é o que segue, com as assinaturas:

NOTA DE REPÚDIO DA SOCIEDADE CIVIL CEARENSE À RECONDUÇÃO DE
MAURO ALBUQUERQUE À SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO
PENITENCIÁRIA – SAP

  1. Nós que votamos e apoiamos o novo Governador estamos decepcionados.
  2. Acompanhamos nos últimos 4 anos a escalada de violência institucional
    sistemática constatada por diferentes órgãos. Todas as informações foram dadas ao
    Governo eleito.
  3. Tínhamos a expectativa de que haveria mudança. Não apenas mudança de
    nomes. Mas mudança de paradigma.
  4. Nenhum de nós defende nem indisciplina nem arbítrio. Além das denúncias de
    violências, o adoecimento em escala dos servidores da pasta e as denúncias de
    assédio representam uma consequência óbvia da insustentabilidade desse modelo.
  5. Imaginávamos que seríamos ouvidos e que nossa voz seria levada em
    consideração pelo novo Governo, já que o atual tampouco deu relevância a essas
    denúncias. Estávamos errados.
  6. O Governo Federal reviu a indicação para a futura Secretaria de Políticas Penais.
  7. Aguardamos o mesmo do Governo Eleito do Ceará.

Assinam:

  1. Rede Nacional de Advogadas e Advogados Populares do Ceará (Renap Ce)
  2. Comissão de Direitos Humanos da Oab/Ce
  3. Pastoral Carcerária do Estado do Ceará
  4. Pastoral Carcerária Nacional
  5. Grupo de Pesquisa Margens, Culturas e Epistemologias Dissidentes –
    MARGENS/UECE
  6. Conselho Estadual de Defesa de Direitos Humanos- CEDDH (Presidência)
  7. Coletivo Vozes de Mães e Familiares do Sistema Socioeducativo e Prisional do
    Ceará
  8. Coletivo Flor do Urucum
  9. Movimento pela Vida de Pessoas Encarceradas do Ceará (MOVIPECE)
  10. Renato Roseno (presidente da Comissão de Direitos Humanos e Cidadania da
    Assembleia Legislativa)
  11. Centro de Defesa da Vida Herbert de Sousa
  12. Iniciativa Direito a Memória e Justiça Racial
  13. Rede de Comunidades e Movimento Contra a Violência
  14. Movimento Candelária Nunca Mais
  15. Rede Nacional de Mães e Familiares de Vítimas do Terrorismo do Estado
  16. Frente pelo Desencarceramento do Rio de Janeiro
  17. Rede de Mães e Familiares Vítimas de Violência da Baixada Fluminense
  18. Movimentos de Mães da Amar
  19. Frente pelo Desencarceramento Piauí
  20. Frente pelo Desencarceramento Espírito Santo
  21. Coletivo FAPAM
  22. Frente Estadual pelo Desencarceramento Amazonas
  23. Coalizão pela Socioeducação
  24. Núcleo de Assessoria Jurídica Universitária Popular Luiza Mahin -Frente pelo
    Desencarceramento do Rio Grande do Norte
  25. Frente pelo Desencarceramento de Goiás
  26. Frente pelo Desencarceramento da Paraíba
  27. Frente pelo Desencarceramento do Acre
  28. Frente pelo Desencarceramento em Sergipe
  29. Coletivo Mulheres Arteiras de Sergipe
  30. Frente pelo Desencarceramento em Rondônia
  31. Agenda Nacional Pelo Desencarceramento
  32. Sindpen- Sindicato dos Policiais Penais
  33. Pastoral Carcerária da Arquidiocese de Fortaleza
  34. Pastoral Carcerária da Diocese de Limoeiro do Norte
  35. Centro de Defesa da Crianças e do Adolescente – CEDECA
  36. Frente Estadual pelo Desencarceramento do Ceará
  37. Rede Nacional de Feministas Antiproibicionistas
  38. Fórum Cearense de Mulheres
  39. Sociedade da Redenção
  40. Travessias: Grupo de Estudos e Pesquisas sobre Culturas Juvenis, Afetividades
    e Direitos Humanos/UECE
  41. Associação Cearense de Diversidade e Inclusão
  42. Fórum Caririense de Combate à violência de gênero LGBTFOBIA
  43. Associação Nordestina de LGBT
  44. Articulação de Direitos Humanos dos Missionários Combonianos do Brasil
  45. Mandata Coletiva Nossa Cara/CMFor
  46. Frente de Mulheres do Cariri
  47. Grupo de Valorização Negra do Cariri
  48. Coletivo Marielle Franco Cariri
  49. Comitê Estadual de Prevenção e Combate à Tortura do Ceará
  50. Instituto Horácio Dídimo de Arte, Cultura e Espiritualidade
  51. Coletivo FAFIB
  52. Frente Estadual pelo Desencarceramento da Bahia
  53. Fórum Popular de Segurança Pública Ceará
  54. Rede de Desenvolvimento Local Integrado e Sustentável do Grande Bom
    Jardim
  55. Associação Espírita de Umbanda São Miguel – AEUSM
  56. Movimento RUA – Juventude Anticapitalista assina
  57. Associação dos familiares dos Presos de Rondônia (AFAPARO)
  58. Coletivo de Esposas de Rondônia
  59. Coletivo de Mães de Rondônia
  60. Mecanismo Nacional de Prevenção e Combate à Tortura
  61. Frente Estadual pelo Desencarceramento de Brasília
  62. Coletivo Rosas no Deserto (DF)
  63. Conselho Regional de Psicologia do Ceará
  64. Movimento Mães da Periferia de Vítima Por Violência Policial do Ceará

Um comentário em “Em nota, coletivos e entidades afirmam estar decepcionados com Elmano

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: