Caso Lázaro: a lógica da caçada policial em uma sociedade punitiva

A caçada policial expressa uma atuação diferenciada da Polícia em que o efetivo e os recursos mobilizados são maiores que o de outras intervenções cotidianas. A caça exige maior dispêndio de tempo e mais riscos a quem está envolvido nela. A narrativa oficial e midiática em torno da caça também é um aspecto importante. A busca por um bandido sanguinário inflama a imaginação coletiva e alimenta o populismo político em torno da segurança pública. Não à toa, a perseguição a Lázaro mobilizou parlamentares, governadores e até mesmo o presidente da República, que comemorou um feito com a macabra expressão “CPF cancelado”.