LGBTfobia pode ter sido causa da morte de professor da rede municipal

Por Ricardo Moura

O professor Marco Aurélio Marques, 49 anos, da rede municipal de ensino, pode ter sido mais uma vítima de LGBTfobia em Fortaleza. É o que acreditam amigos e colegas de profissão da vítima. Marco Aurélio estava desaparecido desde a noite da última sexta-feira, dia 24. Pouco depois, uma campanha de mobilização em torno da sua localização, movida por parentes e amigos, teve início nas redes sociais.

Na tarde de sábado, a esperança de reencontrar o professor vivo deu lugar à tristeza. O corpo dele estava no Instituto Médico Legal (IML) de Fortaleza e foi reconhecido por meio da impressão digital. Não há informações sobre o local onde ele teria sido assassinado. Conforme o blog apurou, o cadáver possuía diversas marcas de agressão, uma característica bastante comum em crimes de ódio. A possibilidade de que Marco Aurélio Marques possa ter sido vítima de um latrocínio (roubo seguido de morte) também não foi descartada.

O veículo do professor, um Ecosport, foi detectado pelo Sistema Policial Indicativo de Abordagem (Spia), da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), na manhã do sábado, na rua Vital Brasil, Granja Portugal. A vítima, porém, não era o condutor do carro. O Ecosport foi encontrado abandonado, pouco tempo depois, na avenida Urucutuba, no Bom Jardim, com algumas de suas peças removidas.

A notícia do assassinato chocou professores, alunos e pais da escola onde Marcos Aurélio Marques lecionava Ciências e Matemática na Escola Municipal Raimundo Moreira Sena (Distrito 5). “Ele era um anjo, um grande amigo, a alegria em pessoa”, comenta uma professora amiga do docente. “Não podemos deixar de nos manifestar. O que ocorreu foi uma maldade, um crime violento que nunca pode ser esquecido. Espero que haja investigação de fato”, acrescenta.

Em nota oficial, a Secretaria Municipal de Educação (SME) lamentou a morte do professor: “Marcos Aurélio Maruqes, que já atuou como superintendente escolar do Distrito 5, teve sua jornada profissional marcada por dedicação e compromisso com a educação. Neste momento de dor, a SME expressa solidariedade aos familiares e amigos, ratificando os votos de pesar pela grande perda. Que Deus conforte todos!”

Atualização às 19h19.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: