Opositores de padres da Paróquia da Paz planejam nova ação no próximo domingo

Mesmo após a informação de que o Padre Lino Allegri não celebraria a missa dominical na Paróquia da Paz, na Aldeota, grupos de opositores ao sacerdote e ao pároco planejam realizar uma nova ação de intimidação no próximo domingo, dia 18. Mensagem compartilhada pelo whatsapp convoca empresários a participar da iniciativa. A Arquidiocese de Fortaleza ainda não se posicionou em relação ao caso.

Por Dayanne Borges e Ricardo Moura

Mensagem obtida pelo Blog Escrivaninha revela que está sendo uma organizada uma ação de opositores do padre Lino Allegri e do pároco da Paróquia da Paz na missa do próximo domingo, dia 18, mesmo após ter sido divulgado que o sacerdote não ministraria mais a celebração dominical. De acordo com a publicação, a ideia é que um grupo de pessoas compareça à missa das 8 horas para monitorar a fala dos sacerdotes e, possivelmente, intimidá-los.

Empresários estariam sendo convocados a participar da iniciativa. Uma fonte ouvida pela reportagem revelou que militares da reserva próximos ao homem que interrompeu a celebração do último domingo, dia 11, também estariam articulando sua participação no ato. O número de pessoas arregimentadas chegaria a “dezenas”. O texto diz o seguinte:

“Amigos empresários, as pessoas estão se mobilizando para irem no próximo domingo na Paróquia da Paz na missa das 8:00 h. Estarão lá para o caso dos padres voltarem a usar a missa como um palanque para a propagação de ideias socialistas. Algumas dezenas de patriotas já confirmaram presença. Vamos divulgar essa iniciativa entre aqueles que também discordam da politização das missas”.

Print da mensagem que visa organizar a ação do próximo domingo na Paróquia da Paz

Conforme o Blog Escrivaninha publicou, com exclusividade, o padre Lino Allegri e o pároco Oliveira Rodrigues estão sendo alvos de ataques pessoais em grupos de whatsapp. Em uma das mensagens às quais a reportagem teve acesso, há críticas a uma suposta “infiltração comunista” na paróquia e ameaça de invasão à igreja no próximo domingo, dia 18, no exato momento em que o padre Lino celebraria a missa. O trecho é o que segue:

“Ouvi dizer que domingo a turma de direita vai fechar a igreja da paz. Vão lotar todos os possíveis lugares. E se tiver esquerdopatas querendo mandar por lá o pau vai quebrar pra valer. A turma católica terá cobertura que ficará do lado de fora disfarçada e entrará na hora H. A culpa será do arcebispo que está inerte, vendo tudo acontecer sem adotar, adrede (sic), as providências necessárias”.

Print da mensagem que circulou em grupos da paróquia

Segundo apuração do Blog Escrivaninha, o religioso pretendia estar à frente da celebração no próximo domingo a despeito das ameaças, mas houve uma recomendação oriunda de instâncias superiores da Arquidiocese para que ele que não realizasse a missa em nome da “prudência”. Em uma mensagem no whatsapp, uma paroquiana – que é apontada como uma das articuladoras do ataque e cujo nome será preservado – escreve: “Só avisando que Padre Lino não vai celebrar missa domingo, razão pela qual não realizaremos a manifestação programada”. Pelo que se pode perceber do teor da mensagem publicada hoje, a proposta de realizar a ação foi retomada.

O Blog Escrivaninha enviou duas perguntas à Arquidiocese de Fortaleza na manhã de hoje, mas até o fechamento desta reportagem não recebemos retorno do Setor de Comunicação. As questões são:
1) Qual o posicionamento da Arquidiocese em relação aos ataques e mensagens direcionadas aos padres da Paróquia da Paz?
2) Quando o padre Lino Allegri voltará a celebrar missas?

Entenda o caso

Lino Allegri é um padre missionário italiano com 56 anos de vida presbiteral. No Brasil desde a década de 1970, o religioso possui diversas contribuições para a ação pastoral e eclesial na Igreja. Atuou nas comunidades de base desde o interior da Bahia, esteve presente nas pastorais sociais, na coordenação do Centro de Defesa e Promoção Direitos Humanos da Arquidiocese de Fortaleza e na Agência de Notícias Esperança (Anote). Atualmente está engajado na Pastoral do Povo da Rua da Arquidiocese de Fortaleza.

No último dia 4, Allegri foi hostilizado por um grupo de fiéis minutos após o fim da celebração da missa de domingo. Em sua homilia, o sacerdote criticou o presidente Jair Bolsonaro pela forma como o Governo Federal vem se portando durante a pandemia da Covid-19, em que mais de 530 mil brasileiros foram mortas pela doença. Oito pessoas entraram na sacristia sem autorização e o repreenderam pelos comentários de forma agressiva e em tom de ameaça.

Allegri afirma ter sido vítima também de xenofobia. “Eles entraram na sacristia já bastante alterados, com tom de voz agressivo, me atacando. Disseram que não estavam de acordo com o que eu tinha falado em relação ao presidente da república, que ele é um cristão e um bom presidente, e que eu deveria rezar por ele”, disse o padre em entrevista ao OPOVO.

No último domingo, dia 11, um homem interrompeu a celebração e teve de ser contido e expulso do local por fiéis. A ação ocorreu justamente no momento em que uma carta de apoio e solidariedade ao padre Lino estava sendo lida. Conforme o Blog Escrivaninha apurou, o homem já foi identificado. Trata-se de um militar da reserva cujo nome será preservado haja vista não haver nenhuma acusação formal contra ele.

5 comentários em “Opositores de padres da Paróquia da Paz planejam nova ação no próximo domingo

  1. Tempos difíceis e tristes, os cristãos católicos sempre foram perseguidos pelos hereges. Aqui no Brasil, estamos correndo muito riscos, pois além dos protestantes, temos *católicos que não seguem Jesus Cristo* pois se seguissem não ficariam ao lado de pessoas que promovem mortes de pobres, de vários modos.
    Deus tenha misericórdia.
    Acho que os Padres precisam fazer BO e solicitar ao governo do Estado, proteção para continuarem celebrando e trabalhando.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: