Jornada online debate homicídios de jovens e adolescentes nas periferias de Fortaleza

Extenso e diverso, o Grande Bom Jardim, na periferia de Fortaleza, traz em si as marcas da desigualdade social e, ao mesmo tempo, potencialidades no que se refere às práticas de resistência e às formas de organização social. Pensar alternativas para o conjunto de bairros que o compõe é pensar alternativas para a própria cidade. É nesse contexto que se insere a “Jornada pela Vida das Juventudes Periféricas”, uma campanha colaborativa reunindo o Centro Cultural Bom Jardim, Instituto Dragão do Mar, Secretaria de Cultura do Estado do Ceará. (CCBJ/IDM/SECULT-CE), Centro de Defesa da Vida Herbert Souza, Jovens Agentes da Paz, Rede Dlis e Vivo Cidadania.

A iniciativa engloba diversas ações e atividades que visam demarcar a importância e a urgência do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), que fez 30 anos em 2020, para a periferia em um cenário atravessado pela pandemia do Covid-19.

A campanha se destina às lideranças comunitárias, atores sociais estratégicos (ONGs, Associações, redes de organizações, adolescente e jovens do GBJ, comunidades periféricas, em geral, para que estes sejam sensibilizados sobre a urgência de uma cultura de paz.

Como ações da “Jornada pela Vida das Juventudes Periféricas” será realizada uma sequência de duas trilhas em formato de lives, nos dias 28 e 29 de julho, no perfil do Facebook da Rede Dlis, com direito à certificação gratuita de participação, por meio de inscrição. As lives (trilhas) contarão com representações do Fórum Popular de Segurança Pública, CDVHS/ Liderança Comunitária e CCBJ, Comissão de Direitos Humanos da ALCE, Comitê de prevenção e combate à violência da ALCE.

Em seguida, a ação apresentará uma série de produções em lambes, cartazes vídeos e faixas, elaborados também em parceria com a Comunicação CCBJ e Núcleo de Assistência Técnica Especializada (NArTE), mapeamento e acesso aos grupos de Whatsapp, que já existem no GBJ para disseminação do conteúdo produzido, com várias atividades elaboradas pelo CCBJ e divulgadas nas redes sociais (Youtube, Instagram e Facebook CCBJ).

A gerência do NArTE/CCBJ, assim como todas as ações do centro cultural e a construção, cotidiana das atividades de arte educação no Grande Bom Jardim são pautadas pelos princípios da Cultura de Paz. “Nós do CCBJ acreditamos que cultura e arte são instrumentos fundamentais para a construção dos direitos humanos e uma cultura de paz. Nos encontramos diante de um cenário em que convivem ao mesmo tempo a data histórica dos 30 anos do ECA, o cenário de acentuação das vulnerabilidades sociais provocado pela pandemia da covid-19, o extermínio da juventude e o aumento do número de homicídios no ano de 2020”, aponta Levi Nunes, coordenador do NArTE.

Trilha 1: 28/07 – Quem se importa com as juventudes periféricas?, às 18h, no Facebook Redelis

Adriana Gerônimo
Assistente Social e Integrante do Fórum Popular de Segurança pública.

Zenilce Santos
Gestora da Ambj (Associação de Moradores do Bom Jardim), entidade de assistência social e de assessoramento e garantia de direitos. Conselheira , do Conselho Gestor da Zeis Bom jardim e Bolsista do projeto pela a Fio Cruz Covid19.

Vitor Izidio
Jovem Agente de Paz e Membro do Tambores do Gueto.

Trilha 2: 29/07 – Caminhos da vida, às 18h, no Facebook Redelis

Renato Roseno
Deputado Estadual (PSOL), Presidente da Comissão de Direitos Humanos e do Comitê de Prevenção e Combate à Violência da Assembleia Legislativa do Ceará. Servidor Público Federal e militante de Direitos Humanos.

Daniele Negreiros
Psicóloga, Mestra em Psicologia pela Universidade Federal do Ceará. Atualmente é assessora técnica e pesquisadora do Comitê de prevenção e combate a violência da ALCE.

Marcos Levi Nunes
Educador social, Mestre em Sociologia – UFC e Coordenador do setor de atenção social do CCBJ (SECULT/IDM).

SERVIÇO:
“Jornada pela Vida das Juventudes Periféricas”
Trilhas: Lives debates nos dias com representações estratégicas em alusão aos 30 anos do ECA.
Painéis temáticos: Quem se importa com as juventudes periféricas? (Trilha 1) e Caminhos da vida (Trilha 2)
Quando: 28 e 29 de julho de 2020
Onde: No Facebook RedeDlis

(Com informações da Assessoria de Imprensa do CCBJ)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: